Criar um Blog
Gerenciar um Blog
Visitar Próximo Blog
Denuncie

Geografia

Home - Perfil - Arquivos - Amigos

Fusos horários

Postado em 17/2/2010 em 221010 arquivado em Geografia - Incluir Comentário

 

            Os fusos horários servem para organização da vida social e econômica do mundo contemporâneo. É uma convenção estabelecida que se refere a uma área abrangida por dois meridianos, dentro da qual, a hora é a mesma para todos os lugares nela inseridos.

            Como a Terra gira de oeste para leste, o Sol, para nós observadores, nasce no leste e se põe no oeste. Consequentemente, quando amanhece num ponto do hemisfério leste, é noite em lugares situados no hemisfério oeste. Por isso, a hora solar é adiantada a leste.

            Foi feito o seguinte cálculo:

Ø Como a Terra é quase uma esfera perfeita, apresenta 360° que foram divididos por 24 (tempo de rotação), obtendo 15°, ou seja, um fuso. Portanto, a Terra está dividida em 24 fusos horários de 15° cada um que equivale 1 hora.

 

     O fuso horário é um horário legal (limite teórico) e além dele existe o horário oficial (limite prático) que é uma hora adotada pelos países adaptando-se as suas necessidades, não formando linhas retas para manter um horário unificado num mesmo país, estado ou província. No entanto, nem todos os locais situados no mesmo meridiano terão a mesma hora, pois, são utilizados os limites práticos.

ü O horário oficial do Brasil é Brasília. E o fuso principal é o de Greenwich

Meridiano zero, marcado no Observatório de Greenwich,

a leste de Londres, atras da porta envidraçada

percebe-se a base do eixo (garfo) do telescópio

de monitoramento da passagem meridiana

ü Se cada estado brasileiro fosse livre para determinar sua hora seria um verdadeiro caos, devido aos transportes, comunicação, etc.

ü A linha internacional de mudança de data LID não coincide com o meridiano 180°, porque procurou-se evitar os transtornos provocados pela diferença de dia.

ü O horário de verão tem por objetivo, reduzir a demanda de energia nos momentos de maior consumo do dia, chamado horário de “ponta” ou horário de “pico”, que geralmente acontece entre 18 e 21 horas.

ü O Brasil não adota o horário de verão em todos os estados, porque, nas proximidades do Equador a variação de foto período (período exposto aos raios solares) ao longo do ano é desprezível e a adoção da medida nessas localidades não proporciona economia de energia elétrica.

ü A Rússia é o país com maior número de fusos horários, porque é muito extenso de leste a oeste.

 


« Última Página :: Próxima Página »