Criar um Blog
Gerenciar um Blog
Visitar Próximo Blog
Denuncie

Aparições Home | Perfil | Arquivos | Amigos

extinsão dos invertebrados21/6/2010


Há um número considerável de invertebrados carnívoros. Fotografia: Fabrício H. Oda.

Animais carnívoros, tal como o nome indica, são aqueles indivíduos que se alimentam predominantemente de carne. São considerados predadores, já que removem indivíduos da população, ao capturá-los para este fim. Tais animais se alimentam de herbívoros, mas podem também ter como fonte nutricional indivíduos com esse mesmo hábito. Assim, podem ser consumidores secundários, no primeiro caso, ou terciários em diante, nos outros casos.

Alguns carnívoros perseguem suas presas sozinhos: estratégia que pode não ser tão eficiente quanto uma caçada em grupo. Assim, animais como leões e hienas e algumas espécies de formigas preferem se unir para capturarem um alimento maior e sem correrem grandes riscos de vida (ou de voltarem da caça sem alimento).

Adaptações, como dentes que permitem morder a presa e rasgar sua carne, são essenciais para que exerçam este papel ecológico. Garras e bicos afiados, em caso de algumas aves, facilitam esse mesmo processo; e mandíbulas de determinadas serpentes têm capacidade de se alargar e deslocar a fim de que o alimento seja engolido. Olfato e audição bem desenvolvidos facilitam a localização do alimento.

Para evitar a predação, as presas podem utilizar estratégias, como se esconder, advertir ou lutar bravamente.

Tais como animais herbívoros e onívoros, carnívoros exercem importante papel no controle populacional de outras espécies.

Curiosidade: plantas carnívoras são consideradas predadoras: consumidoras secundárias.

 

1 Comentários | Permalink

extinto a milhares de decadas21/6/2010


O mamute e o elefante pertencem à mesma família.

Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Mammalia
Ordem Proboscidea
Família Elephantidae
Gênero Mammuthus

Os mamutes pertencem à mesma família dos elefantes atuais e, tal como eles, possuíam trombas e presas de marfim. Extintos ao final da última Era Glacial, cerca de 10 mil anos atrás, registros fósseis e arqueológicos encontrados na Europa, América do Norte e Ásia permitiram com que soubéssemos um pouco mais sobre esses animais. Sabe-se, por exemplo, que existiram pelo menos seis espécies destes indivíduos: Mammuthus columbi, Mammuthus primigenius, Mammuthus meridionalis, Mammuthus trogontherii, Mammuthus exilis, Mammuthus imperator e Mammuthus calvanus.

Habitantes de regiões de clima temperado e frio da América do Norte, Europa e Ásia, os Mammuthus possuíam corpo robusto e coberto por pelos, e se alimentavam de plantas (eram herbívoros). Esses animais faziam parte da dieta de indivíduos pré-históricos, sendo aproveitada a pele para a confecção de vestimentas.

0 Comentários | Permalink

espesse a muito tempo ameaçada o Carnotauro19/6/2010

 

Carnotauro


Nome Comum: Carnotauro
Nome em Inglês:
Carnotaurus
Nome Científico:
Carnotaurus sastrei
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Theropoda
Infraordem: Tetanurae
Família: Abelisauridae
Distribuição geográfica: Carnotauro morou em Patagônia, Argentina durante a fase de Maastrichtian do Recente Cretáceo, e foi descoberto por José F. Bonaparte que descobriu muitos outro dinossauros estranhos na América do Sul.
Época: Cretáceo. Há 95 milhões de anos atrás
Peso: uma tonelada
Tamanho: 9 metros de comprimento e 3 metros de altura
Alimentação:  Carnívora. A região em que o carnotauro foi encontrado era habitada por um dinossauro herbívoro saurópodo chamado chubutissauro, cerca de três vezes menor em comprimento. Acredita-se que o chubutissauro fosse a principal presa do carnotauro.
Velocidade:

0 Comentários | Permalink

espesse a muito tempo ameaçada alonossauro19/6/2010

Alossauro


AlossauroNome Comum: Alossauro
Nome em Inglês:
Alossaurus
Nome Científico:
Allosaurus Fragilis
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Superordem: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Theropoda
Infraordem: Tetanurae
Micro-ordem: Carnosauria
Família: Allosauridae
Distribuição geográfica: viveu principalmente nos EUA, África e Austrália
Época:  Fim do Jurássico, entre 153 à 135 milhões de anos atrás
Peso:  até 3 toneladas
Tamanho: até 12 m de comprimento e 5 m de altura
Alimentação:  Carnívora
Velocidade: chegava a  30 a 55 quilômetros por hora
Significado do nome:  O nome Allosaurus quer dizer “lagarto diferente”, porque suas vértebras diferem as vértebras dos outros dinossauros.
Descoberto: O primeiro fóssil de alossauro foi descoberto em 1877 por Othniel Charles Marsh e desde então já foram encontrados mais de 100 ossos referentes a espécies do gênero, sendo que os achados mais importantes ocorreram nos Estados Unidos e Portugal.
Espécies: Allosaurus fragilis; Allosaurus atrox ; Allosaurus europaeus;  Allosaurus SP; Allosaurus maximus;  Allosaurus trihedrodon

0 Comentários | Permalink

extinsão das susanas19/6/2010

NOME COMUM: Suçuarana, puma, onça-parda
NOME CIENTÍFICO: Felis concolor
NOME EM INGLÊS: Cougar/Mountain Lion/Puma
FILO: Chordata
CLASSE: Mammalia
ORDEM: Carnívora
FAMÍLIA: Felidae

CARACTERÍSTICAS:
Comprimento: até 2,40 m
Altura: até 63 cm
Peso: até 100 Kg
Período de gestação: de 86 a 95 dias
Ninhada: 2 a 3 filhotes
Período de vida: 15 anos

A suçuarana também é conhecida como puma e onça parda. Conta-se que uma só suçuarana matou 15 carneiros selvagens durante uma saída para caçar. Por outro lado, ela raramente ataca o homem e tem tanto medo de cães que sobe em árvores para escapar deles quando a acuam.

A suçuarana ocorre nas Américas, desde o Canadá até quase o extremo da América

do Sul. Seu pelo é em geral bege rosado, mas pode ser cinza, marrom ou cor de ferrugem. O comprimento do pelo varia conforme o habitat - vai de curto a muito longo.

A suçuarana está à vontade em cima das árvores; equilibra-se com a cauda felpuda ao saltar de galho em galho.

A suçuarana é um animal solitário e prefere viver em lugares de difícil acesso - florestas, desertos e montanhas. Geralmente caça ao entardecer. O carneiro selvagem, o veado e o caititu constituem suas presas habituais. Os adultos se comunicam por meio de uma espécie de silvo estridente. A fêmea tem a cria em cavernas ou em cepos ocos. Os filhotes abrem os olhos com 10 dias e ficam com a mãe até os 20 meses

 

0 Comentários | Permalink

extinsão do mico leão dorado19/6/2010

 

Mico Leão
Ameaçado

Nomes comuns: MICO LEÃO DOURADO; MICO LEÃO DA CARA DOURADA; MICO LEÃO PRETO e MICO LEÃO DA CARA PRETA
Nomes científicos: Mico leão dourado (Leontoithecus rosalia) Mico Leão da cara dourada (Leontopithecus chrysomelas) Mico Leão preto (Leontopithecus chrysopygus) Mico Leão da cara Preta (Leontopithecus caissara)
Nomes em inglês: Golden lion tamarins (Leontoithecus rosalia) Golden headed lion tamarins (Leontopithecus chrysomelas) Black lion tamarins (Leontopithecus chrysopygus) Black-faced lion tamarins (Leontopithecus caissara)
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Primates
Família: Callithricidae

0 Comentários | Permalink

extinsão da ave americana 19/6/2010

Nome Comum: Águia-americana
Outros nomes: águia-de-cabeça-brança-americana; águia-careca
Nome em inglês: Bald Eagle, Fish Eagle, Sea Eagle
Nome científico: Haliaetus leucocephalus
Águia-americana
FILO: Chordata
CLASSE: Aves
ORDEM: Falconiformes
FAMÍLIA: Accipitridae
Gênero: Haliaeetus
Comprimento: 78 cm
Envergadura: 1,8 m a 2,25 m
Peso: Acima de 4 kg
Asas: quadrangulares com extremidades penteoladas
Alimentação: animal oportunista, come presa viva ou carne putrefada. O peixe compõe a maior parte de sua dieta, mas também come pequenos mamíferos, pássaros e répteis.
Ninho: A águia-americana constrói seu ninho na copa de árvores, utilizando galhos, gravetos e grama seca. A cada ano que passa a águia vai aumentando o seu ninho.
Ninhada: de 1 a 4 ovos
Período de incubação: 35 dias. Ambos os pais chocam os ovos.
Habitat: vive principalmente perto do mar, de rios e lagos.
Distribuição Geográfica: desde o Alasca e a parte ártica do Canadá até o golfo do México.

0 Comentários | Permalink

extinsão dos tigres 219/6/2010

igre (Panthera tigris) é um mamífero da família dos Felinos ou Felídeos. É uma das quatro espécies dos "grandes gatos" que pertence ao género Panthera. Os tigres são predadores carnívoros.

Um macho adulto pode pesar mais de 300 kg. São caçadores noturnos e apesar de seu grande tamanho, podem se aproximar de suas presas em completo silêncio, antes de se precipitar sobre elas a curta distância. Entre os carnívoros terrestres eles juntos aos Leões têm os maiores dentes que podem chegar a 10 cm e as maiores garras atingindo os 8 cm. A força da sua mordida é uma das mais fortes entre todos os felinos. Ele é um grande nadador, eles usam isso para se refrescarem. Já aconteceu de tigres nadarem mais de 5km

0 Comentários | Permalink

enstisão de ave dodo17/6/2010

Extinção é o desaparecimento irreversível de espécies e acontece quando o último animal de uma determinada espécie morre. Ocorre de forma natural como conseqüência evolutiva e de forma causal como conseqüência do desequilíbrio no ecossistema ou no habitat provocados pelo homem.

De forma natural, a extinção de uma espécie pode ocorrer por transformações climáticas, mudanças no comportamento, doenças, parasitas e por competições entre espécies por território.

De forma causal, os animais podem ser extintos pelas alterações em seu habitat, desmatamento, captura ilegal e biopirataria. Foi divulgada uma lista recente de espécies brasileiras extintas onde estão presentes: a ararinha-azul, a perereca, maçarico-esquimó, libélula, minhocoçu gigante, minhoca branca, aruá-do-mato e o caracol gigante.

0 Comentários | Permalink

extinsão dos tigres 117/6/2010

no mundo existe en torno de  7500 tigres  mas porque a exinsão  dos tigres deveriamos construir uma area de preservasão dos tigres

 

0 Comentários | Permalink