Criar um Blog
Gerenciar um Blog
Visitar Próximo Blog
Denuncie

FILOSOC

• 27/5/2010 - Os Filósofos da Natureza

 

OS FILÓSOFOS DA NATUREZA

 

 

     Quem de nós em algum momento da vida, ainda não se perguntou qual a origem do universo? Quem de nós, por mais indiferente que seja, ainda não se deteve admirado diante da imensidão do cosmo? Os filósofos de Mileto tanto se preocuparam com este problema que decidiram investigá-lo.

     A palavra arqué vem do grego arché e significa princípio, começo.

     Os filósofos de Mileto, ansiosos por encontrar a arqué dos seres, iniciaram as suas investigações observando que todas as coisas existentes na natureza derivavam de outras coisas e que estas, por sua vez, não existiam por si mesmas, mas também dependiam de outras e assim por diante.

    

Tales de Mileto

 

Tales é considerado “Pai da filosofia Grega”. E mais que um filósofo foi um homem que investigou todos os campos do saber humano, pois nessa época a Filosofia não era separada das ciências. Foi astrônomo e chegou a prever um eclipse que ocorreu no ano 585 a.C. Também foi um dos primeiros a afirmar que a Terra era redonda e que a Lua não tinha luz própria. Como geômetra, devemos a Tales a descoberta e demonstração de que as somas dos ângulos internos de um triângulo é igual a 180°.

     No campo propriamente filósofo, Tales defendia que o elemento primeiro de que todas as coisas se compunham era a água, pois ele observava que a umidade era importantíssima e necessária para a evolução vital.

     Tales de Mileto afirmava que a água é a “substância básica”, o elemento central da matéria. É a água que faz com que as coisas se transformem. Se não fosse a água tudo seria estático, imóvel.

 

Heráclito

 

Heráclito era de Éfeso, cidade grega pertencente à região jônica. Suas idéias diferiam das idéias dos filósofos da Escola de Mileto. Ele defendia que a realidade estava em constante modificação.

     Heráclito considerava o fogo, que é um elemento essencialmente móvel, o princípio comum de todas as coisas. Nos dias de hoje, podemos traduzir a expressão fogo por energia, tomada no sentido de capacidade para produzir movimento.

     Heráclito acreditava que no mundo existe um equilíbrio que é resultante da combinação de elementos contrários, como o mal e o bem, a guerra e a paz, a vida e a morte. Por isso ele costumava dizer que os seres, como a chama no fogo, nascem e se alimentam da morte de alguma coisa. Portanto “uns vivem a morte de outros e morrem a vida de outros”.

     Heráclito afirmava que “o ser é e o não ser também é”. Isso é como afirmar que existe a não existência, que tudo o que é, ao mesmo tempo não é.

     Qual a prova de que o que é ao mesmo tempo não é? A transformação. Tudo flui. Tudo está em constante mudança. Não há nada que vai mudar, tudo está mudando. Não posso dizer que eu vou ficar mais velho mas que eu estou ficando mais velho.

 

          
                                                                                                              

 

 

 

 

:: Send to a Friend!

Sobre Mim

Este BLOG destina-se aos meus alunos que terão a necessidade de localizar textos utilizados em aula.E também aos meus amigos que tenham interesses em ler meus escritos Filosóficos e Sociologicos.Aproveito também para divulgar eventos....

«  August 2014  »
MonTueWedThuFriSatSun
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Links

Home
Perfil
Arquivos
Amigos
Email
My Blog's RSS
VÍDEO - RAUL SEIXAS
VÍDEO - PEQUENO PRINCIPE
FOTOS
VÍDEO O MUNDO DE SOFIA
VÍDEO - ADRIANA CALCANHOTO
MAQUIAVEL, O PRÍNCIPE
CHARGE
MITO DA CAVERNA
COMUNIDADE

Amigos

domezi
Post 18 de 45
Última Página | Próxima Página