Criar um Blog
Gerenciar um Blog
Visitar Próximo Blog
Denuncie

AMAPÁ TERRA TUCUJUS

• 13/4/2011 - Equipe do deputados se deslocaram para os municipios atingidos

OS DEPUTADOS ESTADUAIS DO ESTADO DO AMAPÁ MANOEL BRASIL, JUNIOR FAVACHO E MOISES SOUZA, SE  DESLOCADOS PARA OS MUNICIPIOS DE SERRA DO NAVIO, PARA DAREM APOIO AS MUNICIPES QUE SE ENCONTRAM DESABRIGADO E FAZEREM DISTRIBUIÇÃO DE CESTAS BASICAS, E PARA SABER A REALIDADE QUE SE ENCONTRA OS MUNICIPIOS.  

Comentários (0) :: Permalink

• 13/4/2011 - Equipe do deputados se deslocaram para os municipios atingidos

OS DEPUTADOS ESTADUAIS DO ESTADO DO AMAPÁ MANOEL BRASIL, JUNIOR FAVACHO E MOISES SOUZA, SE  DESLOCADOS PARA OS MUNICIPIOS DE SERRA DO NAVIO, PARA DAREM APOIO AS MUNICIPES QUE SE ENCONTRAM DESABRIGADO E FAZEREM DISTRIBUIÇÃO DE CESTAS BASICAS, E PARA SABER A REALIDADE QUE SE ENCONTRA OS MUNICIPIOS.  

Comentários (0) :: Permalink

• 6/4/2011 - Seafro realiza panfletagem no Dia Mundial da Saúde

Ação terá como tema a saúde da população negra

A Secretaria Extraordinária de Políticas para os Afrodescendentes (Seafro) realizará, na próxima quinta-feira, 5, panfletagem sob a temática “Saúde da População Negra”. A ação é para marcar o Dia Mundial da Saúde.

A panfletagem ocorrerá em pontos estratégicos do Centro e de bairros de Macapá. Técnicos da secretaria farão a distribuição de um panfleto que mostra as doenças que atingem a população negra com mais intensidade. Entre elas, estão a doença falciforme, hipertensão arterial, diabetes, deficiência da enzima glicose-6-fosfato, dentre outras, que se agravam em razão da pobreza extrema vivida por grande parte das comunidades afrodescendentes no Brasil e do racismo camuflado existente no país.

“A intenção é chamar a atenção e fazer com que a sociedade macapaense se conscientize sobre essa realidade, numa data tão significativa”, reforça a técnica da Seafro, Rejane Soares. A panfletagem inicia por volta de 8h, na praça da Bandeira, seguindo para avenida FAB e Cândido Mendes, no entorno da praça Veiga Cabral e encerrando por volta das 11h na Feira do Pescado, no bairro Perpétuo Socorro; à tarde, a programação começa às 14h e acontece em pontos como as feiras do Produtor dos bairros Pacoval e Buritizal, Terminal Rodoviário e Complexo Beira-Rio.

Gabriel Penha/Seafro
Assessor de Comunicação

Comentários (0) :: Permalink

• 6/4/2011 - ASSEMBLEIA ACELERA APROVAÇÃO DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS

Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da AL, recebeu ontem (30), o projeto que trata dos contratos administrativos que pode ser votado já na semana que vem.

O projeto do Governo do Estado que trata dos contratos administrativos já está na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa do Amapá. O documento chegou à comissão ontem (30), e vem sendo tratado com celeridade pelo presidente da CCJR, Deputado Charles Marques (PSDC). Mesmo com a rapidez da comissão em analisar o projeto, o Deputado garantiu que tudo está feito dentro da segurança jurídica. “Estamos trabalhando para o Governo possa contratar dentro da legalidade, para que cada servidor possa ter a segurança dos seus direitos, que será assegurado” completou.
A lei terá efeito retroativo, e todos os servidores, que estão trabalhando desde o dia 02 de janeiro, terão seus salários normalizados. “Com a autorização da lei, o Governador estará autorizado a efetuar o pagamento desses profissionais que estão aguardando ansiosamente a aprovação do projeto” garantiu Charles Marques.
Antes mesmo do prazo legal, o Deputado espera que o projeto seja encaminhado ao plenário para ser votado. Enquanto isso, a comissão continua dando novos enfoques com emendas dos Deputados Eider Pena e Marília Góes. Charles Marques acredita que em uma previsão otimista, o projeto entre na pauta na próxima semana.

Entenda o caso

Os servidores do contrato administrativos estão trabalhando desde o dia 2 de janeiro, sem nenhum vínculo com o Governo, e o projeto que regulamenta a situação desses profissionais só chegou à Assembleia no dia 14 deste mês.
Segundo o Deputado Junior Favacho – presidente em exercício da AL - o atraso na votação seria evitado se o projeto tivesse sido encaminhado antes pelo Governo.
Agora a Assembleia corre contra o tempo para colocar o projeto dos contratos administrativos em votação, mas antes o documento está recebendo outras emendas para que o plenário da casa aprove com total segurança jurídica.


Foto: Jaciguara Cruz/ASCOM/ALAP
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO AMAPÁ – ASCOM/ALAP
DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO
(96) 3212-8311 – assembleialegislativa.ap@gmail.com
(96) 8125-1116 – Randolph Scooth – randolphscooth@yahoo.com.br
 

Comentários (0) :: Permalink

• 6/4/2011 - ASSEMBLEIA ACELERA APROVAÇÃO DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS

Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da AL, recebeu ontem (30), o projeto que trata dos contratos administrativos que pode ser votado já na semana que vem.

O projeto do Governo do Estado que trata dos contratos administrativos já está na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa do Amapá. O documento chegou à comissão ontem (30), e vem sendo tratado com celeridade pelo presidente da CCJR, Deputado Charles Marques (PSDC). Mesmo com a rapidez da comissão em analisar o projeto, o Deputado garantiu que tudo está feito dentro da segurança jurídica. “Estamos trabalhando para o Governo possa contratar dentro da legalidade, para que cada servidor possa ter a segurança dos seus direitos, que será assegurado” completou.
A lei terá efeito retroativo, e todos os servidores, que estão trabalhando desde o dia 02 de janeiro, terão seus salários normalizados. “Com a autorização da lei, o Governador estará autorizado a efetuar o pagamento desses profissionais que estão aguardando ansiosamente a aprovação do projeto” garantiu Charles Marques.
Antes mesmo do prazo legal, o Deputado espera que o projeto seja encaminhado ao plenário para ser votado. Enquanto isso, a comissão continua dando novos enfoques com emendas dos Deputados Eider Pena e Marília Góes. Charles Marques acredita que em uma previsão otimista, o projeto entre na pauta na próxima semana.

Entenda o caso

Os servidores do contrato administrativos estão trabalhando desde o dia 2 de janeiro, sem nenhum vínculo com o Governo, e o projeto que regulamenta a situação desses profissionais só chegou à Assembleia no dia 14 deste mês.
Segundo o Deputado Junior Favacho – presidente em exercício da AL - o atraso na votação seria evitado se o projeto tivesse sido encaminhado antes pelo Governo.
Agora a Assembleia corre contra o tempo para colocar o projeto dos contratos administrativos em votação, mas antes o documento está recebendo outras emendas para que o plenário da casa aprove com total segurança jurídica.


Foto: Jaciguara Cruz/ASCOM/ALAP
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO AMAPÁ – ASCOM/ALAP
DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO
(96) 3212-8311 – assembleialegislativa.ap@gmail.com
(96) 8125-1116 – Randolph Scooth – randolphscooth@yahoo.com.br
 

Comentários (0) :: Permalink

• 6/4/2011 - ASSEMBLEIA ACELERA APROVAÇÃO DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS

Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da AL, recebeu ontem (30), o projeto que trata dos contratos administrativos que pode ser votado já na semana que vem.

O projeto do Governo do Estado que trata dos contratos administrativos já está na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa do Amapá. O documento chegou à comissão ontem (30), e vem sendo tratado com celeridade pelo presidente da CCJR, Deputado Charles Marques (PSDC). Mesmo com a rapidez da comissão em analisar o projeto, o Deputado garantiu que tudo está feito dentro da segurança jurídica. “Estamos trabalhando para o Governo possa contratar dentro da legalidade, para que cada servidor possa ter a segurança dos seus direitos, que será assegurado” completou.
A lei terá efeito retroativo, e todos os servidores, que estão trabalhando desde o dia 02 de janeiro, terão seus salários normalizados. “Com a autorização da lei, o Governador estará autorizado a efetuar o pagamento desses profissionais que estão aguardando ansiosamente a aprovação do projeto” garantiu Charles Marques.
Antes mesmo do prazo legal, o Deputado espera que o projeto seja encaminhado ao plenário para ser votado. Enquanto isso, a comissão continua dando novos enfoques com emendas dos Deputados Eider Pena e Marília Góes. Charles Marques acredita que em uma previsão otimista, o projeto entre na pauta na próxima semana.

Entenda o caso

Os servidores do contrato administrativos estão trabalhando desde o dia 2 de janeiro, sem nenhum vínculo com o Governo, e o projeto que regulamenta a situação desses profissionais só chegou à Assembleia no dia 14 deste mês.
Segundo o Deputado Junior Favacho – presidente em exercício da AL - o atraso na votação seria evitado se o projeto tivesse sido encaminhado antes pelo Governo.
Agora a Assembleia corre contra o tempo para colocar o projeto dos contratos administrativos em votação, mas antes o documento está recebendo outras emendas para que o plenário da casa aprove com total segurança jurídica.


Foto: Jaciguara Cruz/ASCOM/ALAP
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO AMAPÁ – ASCOM/ALAP
DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO
(96) 3212-8311 – assembleialegislativa.ap@gmail.com
(96) 8125-1116 – Randolph Scooth – randolphscooth@yahoo.com.br
 

Comentários (0) :: Permalink

• 6/4/2011 - ASSEMBLEIA ACELERA APROVAÇÃO DE CONTRATOS ADMINISTRATIVOS

Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da AL, recebeu ontem (30), o projeto que trata dos contratos administrativos que pode ser votado já na semana que vem.

O projeto do Governo do Estado que trata dos contratos administrativos já está na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa do Amapá. O documento chegou à comissão ontem (30), e vem sendo tratado com celeridade pelo presidente da CCJR, Deputado Charles Marques (PSDC). Mesmo com a rapidez da comissão em analisar o projeto, o Deputado garantiu que tudo está feito dentro da segurança jurídica. “Estamos trabalhando para o Governo possa contratar dentro da legalidade, para que cada servidor possa ter a segurança dos seus direitos, que será assegurado” completou.
A lei terá efeito retroativo, e todos os servidores, que estão trabalhando desde o dia 02 de janeiro, terão seus salários normalizados. “Com a autorização da lei, o Governador estará autorizado a efetuar o pagamento desses profissionais que estão aguardando ansiosamente a aprovação do projeto” garantiu Charles Marques.
Antes mesmo do prazo legal, o Deputado espera que o projeto seja encaminhado ao plenário para ser votado. Enquanto isso, a comissão continua dando novos enfoques com emendas dos Deputados Eider Pena e Marília Góes. Charles Marques acredita que em uma previsão otimista, o projeto entre na pauta na próxima semana.

Entenda o caso

Os servidores do contrato administrativos estão trabalhando desde o dia 2 de janeiro, sem nenhum vínculo com o Governo, e o projeto que regulamenta a situação desses profissionais só chegou à Assembleia no dia 14 deste mês.
Segundo o Deputado Junior Favacho – presidente em exercício da AL - o atraso na votação seria evitado se o projeto tivesse sido encaminhado antes pelo Governo.
Agora a Assembleia corre contra o tempo para colocar o projeto dos contratos administrativos em votação, mas antes o documento está recebendo outras emendas para que o plenário da casa aprove com total segurança jurídica.


Foto: Jaciguara Cruz/ASCOM/ALAP
ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO AMAPÁ – ASCOM/ALAP
DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO
(96) 3212-8311 – assembleialegislativa.ap@gmail.com
(96) 8125-1116 – Randolph Scooth – randolphscooth@yahoo.com.br
 

Comentários (0) :: Permalink

• 6/4/2011 - Casa de Apoio beneficiará ribeirinhos na capital

A construção da casa de apoio aos trabalhadores do setor pesqueiro, foi aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa (AL).

O requerimento é de autoria do deputado Manoel Brasil (PRB), que requerer a Secretaria de Infra-estrutura (SEINF) a realização do projeto.

O objetivo da casa de apoio é abrigar pescadores oriundos dos municípios e demais localidades do Estado, para comercializar o pescado que muitas vezes, o trabalhador é desprovido de abrigo, acesso à saúde, educação e alimentação.

A casa de apoio além de disponibilizar moradia, também funcionará como espaço para cursos profissionalizantes, atendimento médico e assistência social aos trabalhadores.

“O projeto da construção da casa de apoio aos trabalhadores do setor pesqueiro, é importante para ajudar pescadores e famílias ribeirinhas que não tem condições de se hospedar na capital. Sem dúvida, irá proporcionar uma melhor qualidade de vida aos trabalhadores e benefícios ao Estado”, comenta Manoel Brasil.


Texto: Sabryna Miranda/ASCOM Dep. Manoel Brasil
ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO AMAPÁ – ASCOM/ALAP
DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO
(96) 3212-8311 – assembleialegislativa.ap@gmail.com
(96) 8125-1116 – randolphscooth@yahoo.com.br
 

Comentários (0) :: Permalink

• 28/3/2011 - Caravana Sebrae Itinerante registra 396 atendimentos em Tartarugalzinho

Superada a meta de 240 para 396 registros de atendimentos, o Sebrae garante resultado positivo na ação do Município de Tartarugalzinho

 

Denyse Quintas

De Tartarugalzinho


Distante da capital, Macapá, 230 km, Tartarugalzinho, é um município com população registrada pelo Censo IBGE 2010 de 12 mil e 435 habitantes, ocupando a área urbana são 6.501. Na área rural a população é de 5 mil 934 habitantes que estão nos distritos de Tartarugal Grande, Aporema, Lago Novo, Terra Firme, Itaubal de Tartarugalzinho, Santa Rosa, Cedro Bom Jesus, Nova Vida e Entre Rios.


Em novembro de 2010, foi inaugurada a Tartarugal FM (87,9), única emissora de rádio da região, com alcance em linha reta de 150 km. De acordo com a diretora geral da emissora, Marly Tavares e do gerente de programação, Frederick Monteiro, dos 12 mil 435 habitantes do município, cerca de 80% da população sintoniza a freqüência e ouviu a divulgação testemunhal e as entrevistas com a coordenação da Caravana Sebrae Itinerante, “o que representa uma audiência de 9.948 ouvintes”, disse a diretora Marly.


Com meta preestabelecida, na Sede do Sebrae, de 240 atendimentos, os registros finais são de 396 em Tartarugalzinho, sendo 64 inscrições na Oficina de Chocolate, 192 na palestra ‘Como produzir com qualidade e segurança para o consumidor’, 89 na palestra ‘Faço na prática o que prometo?’, aplicadas em quatro turmas, das Escolas Estaduais Alzira de Lima Santos e Reizalina Ferreira Tomaz, ambas de ensino médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e ainda, 16 consultorias individuais e duas (2) coletivas, sendo a primeira, com um grupo de 14 empresários e a segunda com 22, respectivamente.

 

Para a gerente da Unidade de Atendimento Individual do Sebrae, Lindeti Goés, que acompanha o encerramento das atividades, “a Instituição assume o papel de fomentar o empreendedorismo nos dezesseis municípios, por meio da Caravana Sebrae Itinerante, uma ação do Projeto Interiorização do Atendimento no Amapá”, disse.


O Sebrae firmou parceria com a empresa Casa do Sorveteiro que disponibilizou o técnico Joelson Gama, 30, para aplicar a Oficina de Chocolate - Como Ganhar Dinheiro na Páscoa. Com larga experiência em instrutoria em panificação, confeitaria, salgados e doces, o profissional ensinou a manipulação com o chocolate, processo de derretimento, choque térmico, pirulitos, bombons, trufas e trufa de ovo de páscoa (duas camadas de chocolate e no centro, recheio trufado).


Cases

Entre os diversos resultados positivos, está o da secretária do Telecentro Comunitário, Renilde Ribeiro, que participou da Oficina de Chocolate e das palestras. Ela fará uma produção, excepcional, de ovos de chocolate para homenagear, na Páscoa, as crianças que são atendidas no Telecentro.


Daniele do Carmo da Silva, 17, no segundo dia da Oficina de Chocolate, comprou barras de chocolate, produziu 50 trufas e arriscou a comercialização por R$ 1 real a unidade, na Escola Estadual Alzira de Lima Santos, onde curso o 3º ano do ensino médio, à noite. Resultado, feliz da vida compartilhou com as demais participantes da capacitação e decidiu empreender na atividade.
 

A equipe do Sebrae em Tartarugalzinho é formada pela gestora da Caravana Sebrae Itinerante, Cynthia Pereira, Nelma Pires, Gilvana da Rosa, Denyse Quintas, o cultor Robson Tavares e o instrutor da Casa do Sorveteiro Joelson Gama.

 

Serviço:
Sebrae no Amapá:
Unidade de Marketing e Comunicação: (96) 3312-2832
Call Center: 0800 570 0800
Agência de Notícias:
www.ap.agenciasebrae.com.br

Fonte: www.amapadigital.net

Comentários (0) :: Permalink

• 28/3/2011 - Sesc abre exposição em homenagem às mulheres artistas

Aberta ao público desde o dia 14 de março, a exposição do Grupo Juçara reúne os principais trabalhos de sete artistas, todas do sexo feminino. Entre as expositoras, três são de fora, Cristiana Nogueira, do Rio de Janeiro, e Maria José, da Paraíba, e Jonáta Lacerda, do Pará.

Organizada pelo Sesc Amapá, como parte das comemorações do mês da mulher, a exposição faz uma homenagem as artistas plásticas brasileiras, especial as do Estado. A inauguração ocorreu no dia 14 desse mês e fica aberta ao público até o dia 8 de abril, na galeria Antônio Munhoz Lopes.

A direção do Sesc considera a celebração histórica e tem como origem as manifestações do sexo feminino por  melhores condições de vida e trabalho. O objetivo é mostrar a força da mulher na produção visual, principalmente, as do Amapá.

A exposição conta com trabalhos de sete artistas plásticas que compõem o Grupo Juçara. Quatro delas são do Estado, Carla Marinho, Irê Peixe, Rosiani Olívia e Ghazia Brito.

O grupo surgiu em 2006 por artistas mulheres preocupadas em fomentar a cultura no estado. Uma das características de formação é a livre participação de artistas em quaisquer modalidades das artes plásticas, que através de suas expressividades diversificadas, discutem questões estéticas, sociais, políticas e culturais.

Algumas obras expostas são inéditas e todas abordam temáticas variadas: identidade, violência contra a mulher, descoberta do corpo, tempo, abstração e natureza.

Acesso
O público terá acesso gratuito as obras de segunda a sexta, até o dia 8 de abril, de 8h às 12h, e das 14h às 18h. A exposição ocorre na galeria Antônio Munhoz Lopes, no centro de atividades do Sesc Araxá. Em caso de agendamento prévio, com grupos, a galeria poderá funcionar à noite e aos sábados.

Fonte: www.amapadigital.net

Comentários (0) :: Permalink

• 28/3/2011 - Ibama e Prefeitura de Afuá realizam soltura de 60 mil filhotes de tartarugas da Amazônia

Mais de 60 mil filhotes de quelônios da espécie Tartaruga da Amazônia (Podocnemis expansa) serão devolvidos a natureza. A soltura é resultado das ações do Projeto Quelônio da Amazônia (PQA)/IBAMA em parceria com Prefeitura Municipal de Afuá (PA). A soltura ocorre no sábado, 2, na localidade Ilha dos Camaleões, no Município de Afuà. O evento contará com a presença do prefeito Odimar Wanderlei Salomão, secretariados, professores, estudantes da rede de ensino público, autoridades, empresas, pescadores e as comunidades.

O PQA, sob a coordenação do analista ambiental Rubens Portal, tem como objetivo a proteção das tartarugas. Suas áreas de desova através da translocação de ovos, e monitoramento nas etapas de incubação, eclosão, manejo e devolução dos filhotes à natureza. Como forma de repor o estoque natural e manter o equilíbrio ambiental da espécie.

No Afuá, o Projeto Quelônio do Amazônia iniciou atividades em 1985 com a proteção de 40 matrizes. Em 2010 o projeto alcançou proteção de 760 matrizes. Em relação a filhotes foram produzidos inicialmente quatro mil. Em 2010  a produção contou de mais de 60 mil filhotes, que serão devolvidos a natureza.

Para desenvolver o projeto existe a parceria entre o PQA-IBAMA (AP) Prefeitura Municipal de Afuá e Empresa Emapa, que asseguram a sobrevivência e o equilíbrio da espécie na natureza, assim como procuram buscar alternativa de manejo sustentável para fins sócio econômicos.

Rubens Portal, que desde 1985 coordena o PQA no Amapá, ressalta “o evento é a forma de prestação de contas do Governo à sociedade. E também de uma maneira de sensibilizar as comunidades sobre a importância e necessidade da preservação da espécie por meios de ações participativas.”

A programação cultural será coordenada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Afuá, conta da participação de alunos da rede ensino público, associações de pescadores, entre outros.

Eliazar Bezerra
Jornalista

Fonte: www.amapadigital.net

Comentários (0) :: Permalink

• 28/3/2011 - Brasileiro é o campeão em desafio internacional de surf na pororoca

Surgido no Amapá em meados da década de 1990, o surf na pororoca vem ganhando visibilidade internacional e adeptos em vários países onde a prática do esporte tem grande notoriedade


Fernando França
A pororoca do Rio Araguari vai ser tema de um documentário de uma rede de TV australiana (canal 7) que veio ao Amapá exclusivamente para a cobertura do primeiro desafio internacional de surf na pororoca, ocorrido entre os dias 17 e 21 últimos, na foz do Rio Araguari.  Surfistas da Austrália, Nova Zelândia, Estados Unidos, França, Espanha e Brasil, participaram do campeonato. O paraense Gilvandro Junior,  radicado no Rio de janeiro desde 2007, foi o campeão geral do evento que reuniu oito atletas nessa primeira etapa. A segunda ocorrerá em abril, durante a lua cheia, quando ocorre o fenômeno das “águas grandes”, ou melhor, do equinócio das águas.


Seria indigno dizer que oito atletas é pouco para um campeonato internacional por vários motivos. A cada ano o esporte vem ganhando volume, visibilidade e adeptos de várias partes do Planeta. Afinal, não é demais afirmar que a pororoca do Amapá é maior do mundo, com mais intensidade, mais volume d’água, mais longa, mais perigosa, mais voraz, mais... desafiadora. E vale ressalta que 2011 está sendo um ano agraciado pelo fenômeno da pororoca.  Os surfistas pegaram onda de até cinco metros de altura.

O surf na pororoca começou a ser praticado no Amapá em meados da década de 1990. Antes disso, o fenômeno empunhava medo – como até hoje ocorre – em moradores da região da foz do Araguari. Diziam ser loucura ou suicídio um jovem atleta se aventurar numa onda gigante no meio da floresta amazônica e que tanto havia engolido barcos e embarcadiços. Mas aos poucos ela vem sendo “dominada” e, hoje, a Federação Amapaense de Surf na Pororoca realiza campeonatos anuais trazendo atletas de vários países, como o que ocorreu recente.


Com um novo formato, o campeonato internacional foi distribuído em duas categorias:  maior permanência na onda e maior onda surfada. Não precisa nem falarmos que os brasileiros se deram muito bem nas duas categorias. Stanley Gomes que o diga. Presidente da federação, ele vem organizando expedições para região que não se limitam ao surf. Como o fenômeno ocorre apenas uma vez durante o dia, o restante do tempo é preenchido  com outros esportes radicais. Competições de canoagem, ski aquático, parapente, passeios em Jet ski e, não poderia faltar, o stand-up, nova modalidade de surf, onde o atleta em pé sobre a prancha usa um remo para se locomover.


Mas as aventuras na foz do Araguari não param por ai. Há ainda o safári ecológico – visitas ecologicamente corretas a ninhais de pássaros, verdadeiros santuários ecológicos. O detalhe durante o safári, búfalos mansos são usados nas trilhas para o transporte de pessoas, coisas dos ribeirinhos da região que lidam com o meio ambiente com sabedoria e respeito. O que não acontece com inexperientes playboys filhinhos de papai que chegam em suas lanchas inconsequentes e seus Jet ski’s malditos, impondo risco de morte aos competidores e à própria comunidade.


E para evitar que o turismo desordenado traga prejuízos para a região, tingindo com nódoas de comportamento impróprio para o lugar, a Federação de Surf estará organizando um seminário para discutir o tema e encontrar caminhos sustentáveis para a exploração do turismo ecológico e a prática de esportes radicais. O evento ainda não tem data marcada, mas o organizador, Stanley Gomes, é enfático ao afirmar que pretende reunir setores da sociedade, poder público, associações de pilotos de jet ski, para juntos traçarem metas para o evento. “É preciso discutir com urgência esse assunto. É necessário entender que para a região do Araguari a prática de um turismo com responsabilidade social e respeito ao meio ambiente e a comunidade é fator impar”, opinou Stanley.


A próxima expedição para o surf na pororoca pretende repetir o mesmo sucesso. A equipe sairá de Macapá no dia 17 de abril, próximo ao período de lua cheia e ao fenômeno das “águas grandes”. A viagem até a foz do Rio Araguari, onde ocorrem as maiores ondas da pororoca, já é uma contemplação à exuberância da região. Depois de contornar a “Ponta do Pau Pavado”, no extremo leste do Amapá, navega-se pelo “Furo do Gurijuba”,um canal aberto por búfalos e que hoje permite a navegação, até às comunidades do Araguari. A expedição será novamente feita a bordo do Rei Benedito, que traça a rota da pororoca levando consigo olhares atentos para a beleza natural do lugar.


A expedição será feita em parceria com uma agencia de viagem e vai abrir vagas limitadas ao público


A premiação ficou assim
Categoria maior permanência na pororoca
1º Lugar – Brasil, com o tempo de 23’14’’
2º Lugar – Austrália, com o tempo de 19’30’’
3º Lugar – França, com o tempo de 15’45’’
Categoria maior pororoca surfada
1º Lugar – Nova Zelandia, com onda de 4 metros de altura
2º Lugar – Brasil
3º Lugar – Estados Unidos

Fonte: www.amapadigital.net

 

Comentários (0) :: Permalink

• 28/3/2011 - Caso Konishi: Justiça ouvirá pela primeira vez o acusado da chacina

A audiência está marcada para acontecer no próximo dia 1 de abril. Wellington Raad e dez testemunhas deporão ao juiz.


Elen Costa


Assim que a Polícia Técnico-Científica (Politec) emitiu os laudos com resultados negativos sobre os exames de insanidade mental de Wellington Luiz Raad da Costa, de 20 anos, a Justiça decidiu marcar para a próxima semana, a primeira audiência de instrução e julgamento do principal acusado do crime que ficou conhecido como a chacina da família Konishi.


Segundo informações do representante do Ministério Público (MP), que acompanha o caso, promotor Eli Pinheiro, pelo menos dez testemunhas, entre defesa e acusação, foram arroladas ao processo, e serão ouvidas pelo juiz. Após obter as oitivas dessas pessoas, o magistrado colherá o depoimento do acusado Wellington Raad, que deverá estar acompanhado de seus advogados de defesa, Maurício Pereira, e Américo Leal.

A sessão está marcada para acontecer no dia 1 de abril, a partir da 8h30, na 2ª Vara do Tribunal do Júri. Por causa da repercussão que teve o caso, a audiência que deveria ser aberta ao público, será assistida apenas pela imprensa e algumas pessoas da família das vítimas e do acusado.
 


Relembrando o crime
Por volta das 10h do dia 11 de maio do ano passado, a assessora jurídica do MP Caroline Camargo Rocha Passos, e os filhos dela Marcelo e Vitória Konishi, foram encontrados mortos em um dos quartos da casa onde a família morava, na Rua João de Castro Sussuarana, no bairro Jardim Equatorial- Zona Sul de Macapá.


A elucidação da dinâmica do crime, foi fruto de um intenso trabalho dos grupos especializados da Polícia Civil (DCCP, DECIPE, NOI, GTA), Promotoria de Investigação Cível e Criminal (Picc) e da Polícia Técnico-Científica (Politec).
De acordo com os laudos, o adolescente foi o primeiro a ser morto. Através da mancha de sangue em um dos travesseiros de Marcelo, a perícia deduziu que ele tenha sido atacado quando estava deitado e sozinho com o algoz.

Atraída pelo assassino, Caroline foi a segunda vítima a ser abatida, conforme dados da perícia. A advogada foi atacada pelas costas com golpe preciso, que lhe tirou todos os movimentos. O golpe atingiu a coluna cervical lesionando a medula óssea, que provocou a perda das reações. A lesão também justificou a posição em que o corpo foi encontrado.


Os resultados da perícia também apontaram que Vitória foi morta no quarto da mãe. A menina não ouviu ruídos porque estaria usando fone de ouvido como de costume. A empregada da família confirmou que as duas facas encontradas na cena do crime são da própria residência. Uma delas foi usada contra Marcelo e Carol, e a outra contra a vida de Vitória. A menina empreendeu maior resistência e chegou a lutar pela vida, por isso foi a mais atingida. De acordo com os laudos, a garota sofreu mais de 40 perfurações.

Além do carro da vítima, desapareceu da casa um celular e o Playstation que Marcelo havia ganhado do pai. O telefone de jovem foi deixado no local do crime propositalmente para criar um álibi perfeito.


Das investigações até a prisão do suspeito
Depois do crime, até momentos antes dos corpos serem encontrados, Wellington havia efetuado várias ligações para o “amigo”. No dia 17 de maio, a polícia e o MP, realizaram buscas, franqueadas por Aldo Do Espírito Santos, pai de Raad, no quarto do suspeito. Foram localizados na gaveta da cômoda, um microchip de celular e um adaptador. Ao restaurar a memória, que havia sido deletada por Wellington, a polícia encontrou um vídeo de Caroline em momento de alegria com o marido, professor Pedro Rocha. O vídeo foi gravado na praça beira-rio, na cidade de Macapá, no início de 2010. Foram restaurados também outros arquivos pessoais e músicas que pertenciam a Vitória.

Wellington passou de melhor amigo da família para principal suspeito do crime. Pessoas próximas da família começaram a ser ouvidas no inquérito. Após o depoimento de Daniele Nascimento, namorada de Marcelo, a promotoria conseguiu chegar a Wellington. Ele passou a ser ouvido dois dias após o crime, quando foram constatadas as lesões na palma da mão esquerda, braço e barriga. Diante dos ferimentos, a polícia achou conveniente submetê-lo a uma série de exames detalhados de lesão corporal e papiloscopia. No dia 13, Raad confirmou ao promotor Flávio Cavalcante, que esteve na casa na noite do dia 10 de maio – dia em que as vítimas foram mortas.

A polícia e a promotoria, de posse da prova técnica, representaram pela custódia preventiva do principal suspeito pelo triplo homicídio. Na noite do dia 14, Wellington foi submetido a intenso interrogatório, na presença do pai, dos advogados, promotores e delegados, que em busca da confissão atravessaram a madrugada. Por volta de 1h30 já do dia 15, o réu começa a confessar que matou Marcelo, Carol e Vitória, sozinho. Na mesma ocasião, ele fala de seu respeito pela advogada Caroline Camargo, e sua adoração pela menina Vitória, que lhe tratava como irmão. Sobre Marcelo, Wellington falou que se tratava de “um amigo excepcional, que esteve sempre disponível”, declarou o réu.

Em dado momento, Luis Raad afirmou que se sentia arrependido pelos crimes, quando a promotoria e delegados tentavam aguçar as emoções do assassino, que se manteve o tempo inteiro frio. Perguntado repetidamente se havia matado Carol, Marcelo e Vitória, o estudante disse em tom “seco”: “fui eu”, pelo menos três vezes no trecho exibido pela Picc. O réu confesso pede perdão a Daniele Nascimento, 20 anos, na época gravida de Marcelo Konishi. “Que Deus me perdoe”, completou.

Desenrolar

Wellington foi submetido no dia 12 do mês passado, a um exame de perícia psiquiátrica na Politec. O procedimento foi uma solicitação dos advogados de defesa do acusado, para contesta a afirmativa do Ministério Público, que disse que Raad é um psicopata e cometeu a barbárie. “Sem nenhum fundamento ou argumento, o MP diz que Wellington é um psicopata, então para dizer se ele é mesmo ou não, nós pedimos o exame de insanidade mental, a perícia psiquiátrica”, disse Pereira.


O processo sobre o triplo homicídio ficou suspenso até a conclusão da perícia, que saiu na última semana, e concluíu que Raad não sofre de nenhum distúrbio mental. Pereira tentou conseguir a liberdade de Wellington até o julgamento, mas dois Habeas Corpus emitidos ao Tribunal de Justiça do Estado do Amapá (Tajp) foram negados, o último em dezembro passado. O advogado também ingressou com o pedido da liberação de seu cliente junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) em Brasília.


Uma das alegações da defesa para conseguir a liberdade do acusado, é que Wellington mesmo estando na chamada cela especial – devido à repercussão do crime o mesmo sofreu certa rejeição pelos detentos, vem sofrendo constantes ameaças na penitenciária, e que a justiça não tem fundamento legal para mantê-lo preso. Pereira vai mais longe, e diz que Raad só confessou o crime porque foi torturado psicologicamente. “Pra mim todas essas provas foram uma construção da Polícia Civil e do Ministério Público”, completou Pereira.

Fonte: www.amapadigital.net

Comentários (0) :: Permalink

• 28/3/2011 - Sinsepeap: em eleição conturbada, Rui Valdo é escolhido novo presidente da entidade

Com mais de 300 professores presentes, assembleia que acatou com decisão judicial de quinta-feira (24) reafirmou decisão tomada pela vitória do sindicalista


Jéssica Alves/a Gazeta


Se nenhuma nova decisão judicial determinar o contrário, Rui Valdo Coutinho comandará o Sindicato dos Servidores Públicos em Educação no Amapá (Sinsepeap) até as próximas eleições, marcadas para 1º de julho deste ano. A escolha do novo presidente – em razão do afastamento do ex, Aildo Silva – ocorreu na manhã de sábado (26), em conturbada assembleia geral da entidade.


A eleição de sábado foi a segunda feita na semana, já que a primeira – onde Valdo também tinha sido o escolhido – teve resultado a anulado por uma decisão judicial expedida na quinta-feira (24), minutos após o pleito. A ação foi movida judicialmente por aliados do presidente afastado, que está fora do cargo por ação judicial do Ministério do Trabalho sob acusação de desvio de verbas da entidade.


Cerca de 300 filiados estiveram presentes na nova eleição e após diversas discussões e tumulto por parte dos participantes, estes reafirmaram a decisão tomada anteriormente. Após a votação, os candidatos Rui Valdo Coutinho, Maria Noia e Rildo Frederico foram eleitos presidente, vice-presidente e diretor financeiro, respectivamente, para o mandato que encerra no dia 30 de junho. Com mais da metade dos votos, o presidente eleito, que concorreu com os candidatos Laércio e Raimundo Rosa, destacou que irá garantir melhorias para a categoria.


“Cumprimos a decisão judicial e realizamos essa nova assembleia para definitivamente escolher a equipe que vai conduzir o Sinsepeap nos próximos três meses. Vamos dar prosseguimento ao trabalho e sanear a entidade financeiramente para que possa passar para a nova diretoria um sindicato mais organizado. Até lá, pretendemos resolver todas as questões internas”, disse. Até às 15hs de sábado, a entidade não recebeu nenhuma ação judicial com pedido de anulação do pleito.


“A própria Justiça garantiu que essa decisão deveria ser tomada hoje (sábado). Essa é a assembleia legítima para que fosse realizada a eleição. Com isso, o que a maioria decidiu, certamente será cumprido”, avaliou Rui Valdo.


Suposto desvio de verbas
Conforme denúncias feitas ao Ministério do Trabalho por diretores da entidade, Aildo Silva não presta contas para a categoria desde 2008, além de ter pagado o valor total da obra de construção da sede social do Sinsepeap, que está com apenas 30% da edificação realizada. O prédio está abandonado e o valor retirado do orçamento do sindicato foi mais de R$ 3 milhões.


Outra acusação é em relação ao muro da sede campestre da entidade, onde foram desviados mais de R$ 2 milhões. O atual presidente já tinha sido afastado em assembleia geral, porém, este se recusou a sair do cargo. Na eleição de sábado, ao contrário do que foi especulado, ele não compareceu ao local de votação.


Âmbito político

Analistas políticos avaliam que por trás desta eleição do Sinsepeap – o que pode se repetir no em julho – há uma movimentação política com passos articulados para o pleito municipal em 2012, já que a entidade é considerada uma grande força de influência dentro da categoria. Quem tiver o apoio do Sinsepeap terá uma vantagem significativa na corrida pela prefeitura de Macapa.

Fonte: www.amapadigital.net

Comentários (0) :: Permalink

• 28/3/2011 - Blitz: PM fecha o cerco a motoqueiros para coibir assaltos

A ação é uma determinação do comando da Polícia Militar visando combater o grande número de roubos praticados por motociclistas


Elen Costa


No último final de semana, comandante geral da Polícia Militar (PM) do Estado do Amapá, coronel Pedro Paulo Rezende, determinou que fosse fechado o cerco a motoqueiros em toda a capital amapaense. A iniciativa partiu depois que um dado estatístico comprovou que 80% dos assaltantes praticam os roubos utilizam veículos duas rodas. Com a ação contínua, a polícia pretende dar um basta e tirar de circulação os criminosos que vem agindo na cidade.


As fiscalizações que foram denominadas saturação, e iniciaram na manhã de sábado (26), irão acontecer durante 24h, em vários pontos da cidade, principalmente as proximidades de agencias bancárias e centros comerciais, onde os crimes acontecem com maior frequência. Durante as fiscalizações os condutores das motocicletas são abordados e revistados. Os policiais também fazem averiguação quanto aos antecedentes criminais do indivíduo. “A operação saturação tem como principal objetivo coibir o grande número de assaltos que estão acontecendo em Macapá. Por determinação do comando, nós iremos trabalhar diariamente com essas fiscalizações em toda a cidade, e nosso foco são os motoqueiros, isso porque ficou provado que a maioria dos crimes de assaltos são cometidos por pessoas que utilizam as motocicletas, até pela facilidade durante as fugas.”, disse o major.


Segundo Claudio Braga, do 1 Batalhão da PM, o trabalho de prevenção irá ajudar a diminuir o grande índice de criminalidade. “Não estamos querendo dizer com isso que todo motoqueiro é um criminoso, mas qualquer cidadão pode ser abordado, e isso é uma foram de garantirmos a segurança da sociedade, não podemos olhar na cara da pessoa e dizer se ele é um cidadão de bem ou não.

Depois que é revistado e averiguado, o indivíduo está em dia com sua situação perante a Justiça, ele prossegue seu destino normalmente”, enfatizou o major.


O efetivo das blitz conta diariamente com 50 homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPtran), que de acordo com Claudio Braga, atua na fiscalização de documentação do veículo abordado, e policiais dos 1, 2, e 6 Batalhão.

Fonte: www.amapadigital.net

Comentários (0) :: Permalink

• 28/3/2011 - PF no Amapá desconhece envio de tropas federais à fronteira de Oiapoque

O Ministério da Justiça autorizou, por meio da portaria nº 258, publicada no Diário Oficial da União, a participação da Força Nacional no apoio à PF nas fronteiras de 10 estados.


Fernando França


Apesar de ter sido publicado no diário oficial da união o envio de da Força Nacional de Segurança Pública a fronteiras do País, a Superintendência da Polícia Federal do Amapá diz desconhecer o assunto.
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, autorizou no último dia 16, por meio da portaria nº 258 publicada no Diário Oficial da União, a participação da Força Nacional de Segurança no apoio à Polícia Federal nas fronteiras de 10 estados brasileiros. O objetivo é combater o tráfico de armas, drogas, minérios e crimes conexos. A ação será desenvolvida por 90 dias nas fronteiras dos Estados Amapá, Pará, Roraima, Amazonas, Acre, Rondônia, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná e Santa Catarina.


No Amapá, ainda que a PF não tenha sido informada sobre a publicação da referida portaria, a superintendência do órgão em Oiapoque, município distante 596 km da Capital, e que faz fronteira com o Suriname e a Guiana Francesa, vem realizando fiscalizações nesse sentido e deve intensificá-las após a inauguração da ponte binacional Amapá/Guiana Francesa, que deverá ser inaugurada ainda em 2011.


De acordo com o primeiro artigo da portaria nº 258, “Os policiais da Força Nacional irão atuar, em apoio ao efetivo do Departamento de Polícia Federal, nas ações de preservação do patrimônio e da incolumidade das pessoas envolvidas na questão”.


Ainda de acordo com a portaria, “o número de policiais a ser disponibilizado pelo Ministério da Justiça obedecerá ao planejamento definido pelos órgãos envolvidos na operação”, informa o segundo artigo da portaria do ministro Cardozo.


A portaria diz também que “o prazo, no qual serão realizadas as atividades da Força Nacional, será de 90 (noventa) dias, prorrogáveis se necessário (art. 4º, parágrafo 3º, I, do Decreto 5.289/2004)” e que “o uso de armas letais destina-se à legítima defesa dos policiais e de terceiros”.

Fonte: www.amapadigital.net

Comentários (0) :: Permalink

• 25/3/2011 - Audiência Pública discute destinação do shopping popular

Nesta quarta-feira (23), aconteceu na Câmara Municipal de Macapá, audiência pública para discutir a destinação do Shopping Popular, com a presença da bancada de Vereadores, representantes dos trabalhadores informais e Ministério Público do Amapá.

A audiência foi marcada a pedido do vereador Washington Picanço, após um requerimento de sua autoria ter sido negado na Câmara de Vereadores. O documento solicitava à Prefeitura o repasse para o Governo do Estado da obra do Shopping Popular. “No mês de abril completará um ano do início do convênio entre a Prefeitura de Macapá e o Governo do Estado para edificar o prédio e pouco se avançou. Mas, este ano, o prefeito afirmou que entre as suas prioridades estará a retomada desta obra”, relatou o vereador.


 O Promotor de Justiça Moisés Rivaldo, esteve presente na audiência e foi convidado a compor a mesa oficial. Ele falou sobre o longo tempo de luta da categoria, e, ainda, destacou a importância do tema ser expandido para os demais municípios. A obra é resultado de Recomendação feita pelo Ministério Público Estadual, em 2009, após reunir com representantes dos trabalhadores informais e secretários municipais de Macapá para garantir um local apropriado para o desenvolvimento das atividades dos trabalhadores.

A obra está orçada em mais de seis milhões de reais e, de acordo com o projeto, o prédio será construído na Avenida Henrique Galúcio, entre São José e Tiradentes, enquanto ainda não for concluída. Os empreendedores informais continuam na tenda improvisada na Avenida Antônio Coelho de Carvalho, Centro. “O objetivo principal desta audiência é fazer com que o Shopping Popular saia do campo da promessa e seja algo real”, acentuou Vereador Washington Picanço.


SERVIÇO:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá
(96) 3198 1616. E-mail: asscom@mp.ap.gov.br

Fonte: www.amapadigital.net

Comentários (0) :: Permalink

• 25/3/2011 - Acusados de agressão e assassinato no Posto Padre Júlio vão à Júri nesta segunda

Será realizado na próxima segunda-feira, 28, o Júri dos acusados de agredir e assassinar Fabiano Aragão Brito, 21, fato ocorrido em 28 de outubro de 2006, no Posto Padre Júlio, situado na rua Odilardo Silva, esquina com a avenida Padre Júlio. Os acusados do crime são Sérgio Furtado Nascimento e Jonas Diego Nascimento Sousa, que à época era Policial Militar.
 
Segundo testemunhas, o crime foi motivado porque Fabiano teria urinado ao lado da motocicleta de um amigo do acusado Jonas Diego, que começou a agredir Fabiano com a ajuda de Sérgio, que o segurava. Jonas Diego teria ainda amarrado as mãos e o pescoço da vitima com uma corda, obrigando-o a andar. “Como Fabiano já estava bastante lesionado e embriagado, não conseguiu se defender, após receber mais agressões, veio a cair”, informou o promotor de Justiça do Tribunal do Juri, Iaci Pelaes dos Reis.
 
Após espancar Fabiano, Jonas Diego e Sérgio o colocaram no carro em que Jonas estava e o levaram para local desconhecido. O corpo de Fabiano só foi encontrado no dia 31 de outubro de 2006, em um ramal da BR-210, com vários cortes na cabeça e ferimentos causados por pauladas.
 
Os acusados foram denunciados por homicídio qualificado, por motivo fútil, meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa da vitima. Se condenados, eles poderão receber pena de 12 a 30 anos de prisão. “Na condição de promotor do Tribunal do Júri estarei atuando em defesa da sociedade e na busca da justa condenação dos acusados, visto que suas condutas foram altamente reprováveis, merecendo punição exemplar ao crime de homicídio perpetrado”, finalizou Iaci Pelaes.
 
O Júri será no Plenário da 2ª Vara do Tribunal do Júri, no Fórum Desembargador Leal de Mira, na avenida Fab, Centro.
 
SERVIÇO:
Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá
(96) 3198 1616. E-mail: asscom@mp.ap.gov.br

Fonte: www.amapadigital.net

Comentários (0) :: Permalink

• 25/3/2011 - Novos servidores do MPU apresentam documentação para posse

Os novos servidores do Ministério Público da União (MPU), nomeados nos dias 16 e 23 de março, têm hoje, 24 de março, e segunda-feira, 28, para apresentar os documentos exigidos para a posse. O prazo vale para os 105 servidores nomeados em 16 de março e também para os 46 candidatos aprovados para cargos de técnico de apoio especializado nas áreas de transporte e segurança, que foram nomeados nesta quarta-feira, dia 23.

Os documentos devem ser apresentados na unidade do MPU em que o servidor foi lotado. A todos os candidatos nomeados foi enviado um telegrama com informações sobre o prazo de entrega, data e local da apresentação dos documentos. O horário para o recebimento dos documentos é das 9h às 19h. Caso algum candidato não tenha recebido o telegrama, poderá obter essas informações por meio do telefone (61) 3105.6730.

A posse coletiva dos novos servidores está marcada para 29 de março, terça-feira. Os servidores que desejarem poderão entrar em exercício no mesmo dia. Já os candidatos que foram nomeados e não tenham a intenção de assumir o cargo devem preencher o formulário de desistência, de caráter definitivo, disponível na Página do Candidato.


Fonte: PGR Informa

Fonte: www.amapadigital.net

Comentários (0) :: Permalink

• 25/3/2011 - Capacitação do Sebrae em Tartarugalzinho tem 100% de vagas preenchidas

População do Município de Tartarugalzinho atende chamado do Sebrae e participa da palestra de manipulação de alimentos e da Oficina de Chocolate


Denyse Quintas
De Tartarugalzinho


No período de 23 a 25, a Caravana Sebrae Itinerante está no município de Tartarugalzinho, aplicando a Oficina de Chocolates – Como Ganhar Dinheiro na Páscoa, ministrando a palestra ‘Como produzir com qualidade e segurança para o consumidor’ capacitando empreendedores e ainda realizando consultoria individual e coletiva aos empresários que necessitam de orientação sobre gestão financeira, formação de preço, contratação e pagamento de pessoal, marketing entre outros.


A gestora da Caravana Sebrae Itinerante, Cynthia Pereira, que tem percorrido a área comercial, conversado com os empresários e preparado o agendamento para as consultorias individuais e coletivas. “É um momento de oportunidade para a classe empresarial que precisa de atenção e pode utilizar os serviços do Sebrae, oferecido, gratuitamente. Percebemos que muitos donos de pequenos negócios têm dúvidas, aparentemente, simples, mas que impacta diretamente no financeiro do empreendimento”, disse a gestora da Carvana do Sebrae, Cynthia.


Joelson Gama, 30, com larga experiência técnica em instrutoria em panificação, confeitaria, salgados e doces, aplica a Oficina de Chocolate - Como Ganhar Dinheiro na Páscoa. As 60 vagas ofertadas pelo Sebrae, nos turnos manhã, tarde e noite, em parceria com a Casa do Sorveteiro, foram todas preenchidas a um custo de $R 10 reais, cada. Na ocasião, os participantes aprendem a manipulação com o chocolate, processo de derretimento, choque térmico, pirulitos, bombons, trufas e trufa de ovo de páscoa (duas camadas de chocolate e no centro, recheio trufado).


Tartarugalzinho é um município localizado na parte Centro-Oriental do Amapá, apresenta relevo natural, aproveitável para a agropecuária e agricultura. Pelo censo de 2005, tem aproximadamente, 12 mil habitantes ocupando a sede do município Tartarugalzinho e os distritos de Tartarugal Grande, Aporema, Lago Novo, Terra Firme, Itaubal de Tartarugalzinho, Santa Rosa, Cedro Bom Jesus, Nova Vida e Entre Rios.
 

Serviço
Sebrea no Amapá:
Unidade de Comunicação: (96) 3312-2832
Call Center: 0800 570 0800
Agência de Notícias:
www.ap.agenciasebrae.com.br

Fonte: www.amapadigital.net

Comentários (0) :: Permalink

Sobre Mim


«  October 2014  »
MonTueWedThuFriSatSun
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031 

Links

Home
Perfil
Arquivos
Amigos
Email
My Blog's RSS

Amigos

Página 1 de 2
Última Página | Próxima Página